terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Reveillon 2010 no Rio de Janeiro - Shows: Bangalafumenga/Maria Gadú/Ed Motta/Roberta Sá/Pedro Luiz/Blitz/Léo Jaime/Bateria da Portela


Que o Rio de Janeiro não é só a cidade do carnaval e das praias belíssimas eu já sabia, o Rio de Janeiro respira história com suas construções gigantescas da época em que era capital do Brasil, respira boemia com o samba e a Lapa, respira cultura em uma cidade de atividades artísticas intensas, a cidade dos morros e comunidades, mas acima de tudo um lugar de pessoas muito bacanas, que conhecem e (MUITO bem) a cidade em que vivem (todos tem um pouco de guia turístico, o que me deixa muito fascinada, pois é lindo e nítido o amor pela sua cidade)... bom... muita coisa pra se ver.

Fui conferir de perto a lenda sobre o reveillon na praia de Copacabana na cidade maravilhosa, Rio de Janeiro.



Bom, tudo começou com uma maluquice como sempre (rss) e consegue-se mais um, dois, três malucos e vamos lá, 7 horas depois lá estávamos Rio de Janeiro e... toda aquela chuva, chuva que não cessou até às 17:00 hr, por que? Por que pode chover a qualquer hora, menos no show da virada!!


Nos mais ou menos quatro quilômetros de orla que a praia de Copacabana possui, a estrutura para a virada, era composta por 3 palcos, o principal (em frente ao Copacabana Palace (é, o hotel dos milionários e famosos, que fazem sua festa particular e tem vista privilegiada tanto para a famosa queima de fogos, quanto dos shows do palco principal, coincidência? Hahha acho que não...), continuando, nesse palco a festa foi comandada por Serginho Groisman e contou com os shows da Orquestra Sinfônica da Petrobrás, Afrolata, Paralamas e Carlinhos Brown, Lulu Santos, Arlindo Cruz e Fundo de Quintal e o encerramento aconteceu com a bateria da Salgueiro e Beija-Flor.




Já no segundo palco, podemos chamá-lo de alternativo, alternativo pelo seu estilo musical ainda pouco divulgado no Brasil, mas de forma alguma de menor relevância que o palco principal e foi nesse palco que ficamos, rsrs. O palco que ficava em frente a Rua Santa Clara foi comandado pela jovem apresentadora do vídeo show, Samara Oliveira, e contou com a Cia do Aplauso, Bangalafumenga e Maria Gadú, Ed Motta, Roberta Sá e o maridão Pedro Luiz, Blitz e Léo Jaime e a bateria da Portela. É com esse pessoal de peso (principalmente o Ed, rsrs), que passamos os últimos momentos de 2009 e os primeiros de 2010!

No terceiro palco, tínhamos música eletrônica.


Assistimos (o pessoal, eu e literalmente a torcida do Flamengo) o finalzinho de Bangalafumenga e Maria Gadú, pelo pouco que vimos deu pra perceber que foi muito bom, a junção do ritmo gostoso do Banga + a voz de Gaduzinha (nova promessa da MPB atual) devem ter sido incríveis!



Com uma banda muito boa, Ed Motta que agora está com seu show bem mais dançante e podemos dizer bem mais “popular” cantou rits antigos (com nova roupagem) e novos que animaram a galera.





Roberta Sá (acho um absurdo se alguém não conheça, mas... ela que é ex-participante do reality show Fama da rede Globo, casadíssima com o também cantor, Pedro Luiz), a mocinha que chegou um pouco nervosa, mas com muita vontade e com um público que foi junto, Roberta animou e tirou do chão todo o pessoal! A “Maravilinda” cantou músicas como: Eu sambo, O Pedido, Belo e Estranho dia de Amanhã, Samba de um Minuto, Samba de Amor e Ódio, Pelas Tabelas, Ah! Se eu vou... entre muitos outros, a maior parte das músicas são do (excelente) repertório da cantora mesmo, além disso ela contou com a presença do maridão Pedro Luiz no palco, que fez uma participação, cantou 3 músicas com ela. Um show realmente incrível, um show que merece ser visto!


Meia noite está chegando, para tudo que os responsáveis pelo mito Reveillon Carioca, a queima de fogos, vão começar!! Se a orla de Copa já estava cheia antes, nesse momento não tinha por onde sair gente, todos que estavam afastados se juntaram, quem estavam nos prédios desceu... resultando um congestionamento incrível de pessoas, coisa surreal, todo mundo parado, um espetáculo a parte eram os transatlânticos de cruzeiros, todos paradinhos no pier, gigantescas coisas flutuantes e iluminados sobre o mar; mas deu meia noite...

...Feliz 2010/Oferendas a Yemanjá/7 ondinhas!! Os fogos começam, não achei que fosse tão incrível, mas é! Não só pelos fogos, mas o que aquilo está representando naquele momento para aquele "mar" de gente que está na praia, renovação de sonhos, esperança, fé, além de tudo isso, ainda é um espetáculo lindo!


Acaba o show, pra conseguir voltar para o palco 2 foi uma luta, quando chegamos a Blitz e o Léo Jaime já estavam agitando a galera, impressionante como lotou esse show! Evandro Mesquita cantou os sucessos da banda, fez brincadeiras, realmente, deixou o público a vontade!

Para fechar com chave de ouro a bateria da Portela chegou para não deixar o pessoal desanimar, pessoal sambou bastante!


Mas a virada ainda não havia terminado, os shows sim, mas muita gente ainda ocupava a Av. Atlântica e a orla da praia, fazendo o que? Esperando o maior espetáculo, o primeiro nascer do sol do ano, que também foi lindo e mágico!


Só para constar, não presenciei brigas nem nada do gênero, os cariocas são gente boníssimas (super receptivos), o policiamento (pelo menos lá na praia era bastante intenso), o pessoal acampando na praia foi muito legal, nunca imaginei... bom... acho que é isso, virada em Copa com certeza já marcou, vai ficar guardado pra sempre! Quem puder... vá, vale muito a pena!
"O Rio de Janeiro continua lindo, o Rio de Janeiro continua sendo, o Rio de Janeiro, Fevereiro e Março..."


imagem: fábio fernandes (a maior parte delas) e ju brentegani

2 comentários:

Joseane disse...

Jú...você está IMPOSSIVEL! como eu mesma diria: você está INFERNAL!!!
Adorei ler o que escreveu, você tem talento pra isso menina, se lança!!!! bjs

Vivi*Cris* disse...

C tm talento msm hein! Ficou show!Devia investir.. Pensa sobre isso! ;)